22 julho 2011

"Os positivistas ortodoxos e a Guerra do Paraguai"

Artigo do historiador marxista gaúcho Mario Maestri, abordando a oposição dos positivistas ortodoxos à Guerra do Paraguai. O autor indica que os positivistas, liderados por Miguel Lemos e Raimundo Teixeira Mendes, foram uns dos poucos, se não os únicos, a denunciarem o imperialismo e a prepotência de D. Pedro II no Cone Sul e, particularmente, contra o Paraguai e o Uruguai.

Dessa forma, ajuda a derrubar dois mitos difundidos pelos "liberais" brasileiros, a saber, as idéias de um D. Pedro como um governante "pacífico" e "industrioso" e os positivistas como "militaristas" ou "alienados da realidade nacional" (como propagou Sérgio Buarque de Hollanda).

Publicado na Revista Brasileira de História Militar (Rio de Janeiro, ano 2, n. 4, abril de 2011) e disponível aqui: http://www.historiamilitar.com.br/artigo2RBHM4.pdf.

Nenhum comentário: